Translate

terça-feira, 6 de maio de 2014

A Volta a Inquisição em Guarujá - Execução Pública sob acusação de Magia Negra

Antes de qualquer coisa, nossos sentimentos e respeito a vítima das atrocidades públicas praticadas em Guarujá - SP. E as condolências aos seus familiares nestes  tempos de barbárie.
Triste e vergonhoso escrever sobre isto. Uma jovem mãe acusada e executada por um grupo de dementes (não dementes não, pois dementes são inocentes e estes com certeza sabia que praticavam um ato repulsivo e condenável), na verdade procuro um ajetivo para qualificar tal selvageria e não encontro.
Um suposto retrato falado feito em 2012 no Rio de Janeiro e publicado no Facebook na página Guarujá Alerta, postagem esta já retirada do ar.

O Boato e o Fato.

O boato que corria é que crianças estavam sendo sequestrados em Guarujá e sendo vítimas de rituais de Magia Negra, mas a policia informou que não há registro de sequestro e desaparecimento de crianças na região de Guarujá. 
O fato foi que utilizaram um retrato falado de uma mulher na tentativa de sequestrar um bebê de 15 dias do colo da mãe.
Imagens de câmeras de segurança divulgadas na época mostraram a mãe, Daniela Mendes, passando com a filha de 15 dias no colo e sendo seguida pela suspeita. A vítima estava levando o bebê para fazer o teste do pezinho em um posto de saúde. Ao sair da unidade, foi surpreendida pela mulher.
Ela teria cortado o pescoço de Daniela com uma faca e um morador que passava conseguiu impedir o sequestro da criança. A partir de informações repassadas pela mãe, a Polícia Civil fez o retrato falado, que mostra uma mulher negra, gorda e que aparentava ter 25 anos. A criminosa, entretanto, nunca foi presa nem identificada.
A imagem passou a ser divulgada nas redes sociais como sendo de uma sequestradora, já com várias distorções e falsas informações

 A página "Guarujá Alerta" também publicou esta foto do retrato falado
------------------------------------------------------------------------------------------------
O advogado e amigo da família de Fabiane, Airton Sinto, disse que o “Guarujá Alerta” é culpado diretamente pela morte dela. Ele informou ao GLOBO que entregou às autoridades vídeos de populares feitos instantes após o espancamento e o nome de pessoas que teriam participado da agressão.
- Uma irresponsabilidade de quem divulgou esse boato. Dos 50 mil seguidores (da página), houve o compartilhamento para pelo menos 150 mil pessoas. A família vai entrar na Justiça contra os responsáveis. No inuito de chamar a atenção e aumentar o seu número de seguidores, o responsável acabou colaborando, sim, diretamente, para a morte da Fabiane - desabafou o advogado.
A violência, registrada em vídeo por uma moradora, revoltou amigos e familiares da vítima que era portadora de transtorno bipolar e passava por acompanhamento médico. Vários seguidores da página estão comentando, indignados, a morte da dona de casa após a publicação da foto.
_______________________________________________

Reflexão

Como em pleno século XXI uma tribunal de inquisição julga, sentencia e executa uma pessoa inocente (a vítima jamais teve qualquer registro policial), como é possivel?
Acreditar e rituais de Magia Negra? Onde estão as vítimas? Cadê os sacrifícios? Só boatos e lendas urbanas.
Bom, após a reporter âncora do SBT (capaz de afundar a emissora toda) defendeu os linchamentos e incitou que o povo faça o que o Estado e e a Polícia não faz, seria de se esperar por isto, infelizmente.
--------------------------
As cenas de violência contra um jovem de dezesseis anos, amarrado nu a um poste, no Rio de Janeiro, chocaram o país. O jovem foi espancado e estava sendo linchado publicamente, supostamente por ser acusado de roubo. A imagem já é chocante, mas ganhou cores ainda mais intensas com o comentário feito pela jornalista Rachel Sheherazade, âncora do principal telejornal do SBT. Conhecida por seus pronunciamentos conservadores, Sheherazade classificou o adolescente como “marginalzinho” e afirmou que a atitude de “vingadores” é compreensível em um país onde, segundo ela, o Estado é omisso e a justiça falha. Não satisfeita, a jornalista incitou: “O que resta ao cidadão de bem, que ainda por cima é desarmado? Se defender, é claro”.
http://www.cartacapital.com.br/blogs/intervozes/violacao-de-direitos-humanos-na-midia-ate-quando-5219.html
----------------------------------
Além da indignação, do pedido de empenho para que os culpados e envolvidos sejam identificados e apresentados a verdadeira justiça, e o pedido angustiado para que cesse a violência e o incentivo a violência seja coibido.
Deixo este post em aberto para seus comentários
--------------------------------------
Um site do Guarujá postou um retrato falado no Facebook e lançou um boato.
Segundo o boato, uma mulher sequestrava e usava crianças na prática de "Magia Negra". Uma mentira, segundo a Polícia.
Moradores de Morrinhos, periferia do Guarujá, viram semelhança entre o retrato falado e a dona de casa Fabiane Maria de Jesus.
Fabiane foi amarrada e espancada, inclusive por crianças, e jogada numa vala.
Fabiane foi internada sábado à noite, com traumatismo craniano. E morreu nesta segunda-feira, 05/05/2013, aos 33 anos de idade.
Não é o primeiro linchamento nos últimos meses. E não falta quem aplauda e apoie.
Apresentadores fazem audiência e fortuna exibindo violência na TV e Rádio. Reproduzem cenas de violência enquanto faturam, e muito.
Da mesma forma, num Estado que é Laico, se permite que espaços midiáticos sejam ocupados para pregação de ódio Religioso. Pregação que espalha ignorância e mais ódio.
Na Bahia, por exemplo, o Candomblé é vítima constante desses ataques.
Essa mistura de negócio com ignorância ataca Religiões de origem africana tratando-as como "Magia Negra".
TVs e Rádios são concessões do Estado. É obrigação do Estado não permitir que seus canais sejam usados para a pregação de ódio e preconceito.
Mas, BRASIL afora, o que se vê e ouve em horário nobre?
Programas que exibem violência e ódio em estado bruto, a pretexto de combatê-los.
Programas que multiplicam a sensação de medo, de pânico diante da violência do cotidiano, que só aumenta.
"Bandido bom é bandido morto", segundo lema vigente.
Na Política, na Mídia, alguns pregam esse lema. São os hospedeiros da violência como solução para a violência. E para o bolso.
A levar em conta a linguagem dessa gente, os que mataram a inocente Fabiane seriam todos... "bandidos".
O que será feito dos assassinos de Fabiane a se seguir ao pé da letra o lema "bandido bom é bandido morto"????
Jornalista BOB FERNANDES
Jornal da Gazeta - 05/05/2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário