Translate

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Pastores neo-pentys agridem e atacam Indígenas perseguindo sua cultura e religião

Não bastasse o discurso violento homofóbico e a perseguição de adeptos de cultos populares  mediúnicos, marcadamente afro-brasileiros, principalmente Umbanda e Candomblé, a fúria neo-pentecostal tem se voltados aos poucos indígenas que ainda restam na Região Centro Oeste do Brasil.
Até mesmo a pintura com Urucum é taxada de "bosta do diabo" pelos pastores de seitas neo-pentecostais, esquecendo que todos os vegetais segundo a Bíblia foi criado pelo deus Javé (que também teria por engano criado o diabo, satanás e os pastores)
Antigamente os índios Guaranis já foram donos de todas as terra do litoral do sudeste do Brasil indo a até o Paraguai, mas hoje no Mato Grosso do Sul a população não passa de 25.000 índios.
São menos de meio hectare por índio o que não dá nem para hortas de subsistência devido a má qualidade das terras, mas já existem 36 igrejas neo-pentecostais que invadiram as terras indígenas sem autorização do governo.
Dentre elas a mais violenta e intolerante é por sinal a maior delas, da seita DEUS É AMOR (pelo visto só Deus pois seus fiéis não são) pois pelo menos 5 casas de oração indígenas foram queimadas a mando dos pastores destas seitas neo-pentecostais.
AINDA NÃO DESCOBRIMOS O POR QUE DISTO, POIS NÃO SE ESTÁ QUEIMANDO APENAS UMA CASA DE ORAÇÃO, MAS ESTÁ SE QUEIMADO UM POVO E SEU CONTATO COM DEUS - diz o Pajé Guarani de Dourados MS.

Religião, Política e Futebol não se discute?

Será mesmo? Os assunto que mais desperta interesse sem dúvida são estes desde que encare Futebol como o Esporte de paixões.
Mas por que a proibição de se discutir e argumentar?
Seria um modo de Legalizar o Fanatismo?
Forum na Internet sobre estes assunto são os de maiores participação tanto em número de membros quanto de postagens.
Via de regra são pessoas se queixando do Fanatismo e outras defendendo o direito de serem fanáticas e de agir acima da lei e da ética.
Ninguém precisa de uma Bíblia ou ter Deus no coração para ser uma boa pessoa. A bondade está relacionada com caráter, e este não tem nenhuma ligação com qualquer tipo de fé.

Qual a minha opinião a Bíblia?
A Bíblia é um livro, sem dúvidas é um livro, escrito por vários autores do sexo masculino, de cultura antiga, de povos nômades cultura da antiguidade, que apoiava a escravidão, a submissão de escravos e incentiva métodos violentos e preconceituosos típicos destas culturas.
Por esta razão a Bíblia é escravocrata e foi o maior empecilho para Abolição dos escravos e machista por ser escrita apenas por homens e cultura patriarcal, tanto que o Deus é masculino mesmo não tendo sexo.
Eu creio em DEUS, não tenho dúvida, mas também tenho certeza que DEUS é maior que qualquer livro escrito pelo ser humano, seja o Alcorão, Torá, ou Bíblia.
Muitos poderá citar trechos de amar uns aos outros e perdoar 70 vezes 7, dar a outra face, mas na prática os seguidores destes livros agem de modo totalmente oposto na Cruzadas, Inquisição, Caça as Bruxas e Colonização.
Palavras são apenas propaganda, o que conta são as atitudes - como a Bíblia mesmo adverte A LETRA MATA e o Espírito vivifica.

Se Biologia não se intromete na Teologia, por que a Teologia quer se intrometer na Biologia?


Candidato republicano ao Congresso quer ser eleito para impedir que a filha tenha de aprender a teoria da evolução das espécies na escola
Adão - boneco de barro que virou gente segundo a Bíblia
 
Sátira da Evolução Humana

Indignado com as teses científicas que os alunos ouvem nas salas de aula por todo o país, um candidato republicano ao Congresso do Minnesota, Aaron Miller, quer ver salvaguardada a sensibilidade de quem, como ele, pensa que o evolucionismo ofende a sua fé. Deus criou o homem e ninguém deve obrigar um crente a ouvir a história de que o homem terá descendido de algum macaco(na verdade ele entendeu errado pois tanto macacos e humanos teria um ancestral comum). Miller disse mesmo que um dos principais motivos que o levaram a correr para o Congresso foi a missão de excluir a teoria da evolução das espécies do programa de educação nas escolas do seu estado.
Miller não se sente confortável imaginando-se parente de macacos e prefere o parentesco com estátuas, tijolos e vasos feito de barro, o mesmo material com que ele foi criado.
Gestor hospitalar e veterano da guerra do Iraque, Miller afirmou que o Minnesota precisa de assumir maiores liberdades religiosas. Durante a convenção distrital do Partido Republicano em Albert Lea, no sábado, o candidato deu como exemplo o que aconteceu com a sua própria filha, que preferiu abandonar a sala de aula a ter de ouvir os fundamentos por trás daquela teoria científica. Miller disse ainda que mesmo o professor da filha admitiu que não acreditava naquilo que estava a ensinar, mas o governo o impedia de saltar aquela lição. "Devemos ser nós a decidir aquilo que é ensinado nas nossas escolas, e não Washington", acentuou Miller no discurso em que celebrou a conquista do apoio republicano como candidato ao Congresso no primeiro distrito congressional do Minnesota. No fim, a crítica nem foi bem dirigida, já que o programa que é ensinado nas escolas do Minnesota não é ditado por Washington, mas antes pelo Departamento de Educação do próprio estado. Um pormenor.
Mais importante é que entretanto Miller assegurou o apoio do antigo deputado estadual Allen Quist à sua campanha contra o deputado com quatro mandatos consecutivos Tim Walz.
No fundo, ao unirem-se mais não fazem que ilustrar o famoso provérbio: "Great minds think alike" [Mentes brilhantes pensam da mesma maneira]. Quist ganhou alguma notoriedade ao afirmar, com uma boa dose de convicção, não apenas que homens e dinossauros caminharam ao mesmo tempo sobre o planeta - numa coexistência que no Sul da Ásia se terá prolongado mais ou menos até ao século xi - mas também que as mulheres têm uma "predisposição genética" para serem subservientes. Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Bibliolatria e a Luta pelo Poder Político, EcoNômico e Social

Nestes tempos de luta pelo poder político por parte de setores reacionários, considero importante o apoio às minorias, sejam sexuais, raciais ou étnicas, religiosas, políticas etc.
O ser humano ainda é primitivo para saber lidar com o poder. Tendemos a oprimir os demais e, diante disto, ainda se faz necessário um equilíbrio de forças até mesmo opostas (quem se lembra da guerra fria e da bipolaridade EUA e URSS entende o que digo).
 Estes, como as demais minorias, não têm representatividade política à altura para fazer frente à ganância dos grupos obscurantistas que se instalaram no poder. Sua única "arma" é a conscientização, a melhoria das mentalidades.
https://plus.google.com/u/0/118057737159247323071/posts

Bibliolatria em Defesa da Violência e da Homofobia

Filho de pastor é procurado pela Polícia acusado de matar adolescente gay

 

 

Um adolescente de 17 anos, filho de um pastor, está sendo procurado pela Polícia por suspeita de matar dois jovens homossexuais. A acusação foi feita por um colega dele após a localização do corpo de Igor Alves, 15 anos, que teria sido morto a facadas por ser gay.
O corpo de Igor foi localizado na quarta-feira, com a ajuda do comparsa do filho do pastor. O delegado responsável pelo caso, Jader Biazon, afirmou que o rapaz preso revelou detalhes do crime: “Ele ainda nos contou que o adolescente o obrigou a dar uma facada em Igor para que confirmasse sua participação no crime e teria dito que, antes de a polícia localizar o corpo de Igor, mataria outro adolescente, de 15 anos”.
O caso registrado em Agudos, interior de São Paulo, levou a Polícia a investigar a motivação do crime: “Checamos e realmente constatamos que ele havia assediado o menino de 15 anos, que já não estava mais frequentando as aulas com medo das investidas dele [...] Acho que ele tem algum distúrbio, não aceita a condição de homossexual”, disse o delegado Biazon.
O jovem Igor estava desaparecido desde o dia 29 de março, e a Polícia tratava o caso como sequestro porque o filho do pastor disse ter visto Igor ser levado: “Ele contou aos familiares de Igor que ele tinha sido sequestrado por três homens que ocupavam um Fiat Palio verde, e como ele tinha um corte de faca nas mãos, desconfiamos e pedimos sua internação”, contou o delegado.
O jovem procurado já possuía uma passagem por homicídio motivado por homofobia, segundo informações do site Pragmatismo Político. Em 2013, ele cumpriu pena de internação na Fundação Casa após matar o empresário Valdinei Rocha, 56 anos, com 16 facadas, com quem tinha um caso.
Biazon lamenta que a Justiça tenha aliviado a pena do filho do pastor, pois em seu entender, a morte de Igor poderia ter sido evitada: “Foi assim, livre nos finais de semana, que ele começou a fazer amizade com Igor, que se apaixonou por ele e até ameaçava deixar a casa dos avós porque os idosos são evangélicos e não aceitavam sua homossexualidade”, afirmou o delegado, fazendo referência à decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo, que reformou a condenação inicial colocou o filho do pastor em semiliberdade. Em 27 de março, o Juizado de Menores de Marília, onde o adolescente cumpria pena, extinguiu a semiliberdade e o colocou de vez em liberdade.
“Dois dias depois de ser colocado em liberdade e pouco mais de um ano depois de matar o empresário, ele matou Igor”, lamentou o delegado Biazon. “Ele vai completar 18 anos em agosto próximo, mas não posso nem usar uma foto para localizá-lo”, acrescentou. O pai, que é pastor evangélico, vive separado da mãe, e não comentou o caso.
Fonte e autoria: Tiago Chagas, para o Gospel+

Comunidade Anti-Bibliolatria no Google+

De todas idolatrias a mais perigosa e nefasta é fazer de um Livro um deus.

Manifesto Anti Bibliolatria

Universo é Grande, Deus é maior, não pode ser feito de pedra, nem ouro, nem de papel. Idolatrar livros sagrados como se Deus fosse obrigado a seguir o que a Humanidade escreve sobre ELE, não é apenas ignorância, mas pretexto para racismo, violência e fanatismo.

De todas idolatrias a mais perigosa e nefasta é fazer de um Livro um deus.